Goiás Notícias

Vendas para o Dia das Crianças devem subir 2,8% em Goiás

As vendas para o Dia das Crianças, em Goiás, devem crescer 2,8% em relação aos últimos dois anos, quando o comércio registrou índices negativos. De acordo com José Evaristo dos Santos, presidente da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), neste ano, a média de valor dos presentes deve ser de R$ 120.

O presidente explica que a data é a quarta mais importante para o comércio, perdendo apenas para o Natal, Dia das Mães e Dia dos Namorados. O apelo que as crianças têm no núcleo familiar, diz José Evaristo, é muito grande, o que influencia nas compras antecipadas.

“É um segmento especializado que tem impactos específicos na economia. Criança não quer qualquer coisa, brinquedo é brinquedo”, explica José Evaristo sobre as vendas no período. Além dos jogos e brinquedos, os eletrônicos também são cotados nas opções de presentes.

A melhora na expectativa do comércio é resultado de fatores como queda de juros, liberação de recursos do fundo de garantia e recuperação de alguns setores da economia como a agricultura e a indústria automobilística. “Como os pais e familiares temem despontar as crianças, geralmente os brinquedos são adquiridos antecipadamente, mas quando o presente é um eletrônico, as compras são feitas depois da data, com o intuito de aproveitar os descontos”, afirma o presidente.

No entanto, a elevação das vendas neste ano não significa uma recuperação da economia. Para José Evaristo, o número ainda é muito baixo, pois as pessoas estão cautelosas com os gastos. “Temos que levar em conta que as pessoas estão endividadas”, ressalta.

No resto do país, a expectativa de aumento nas vendas para o Dia das Criança pode chegar a até 4,6%, segundo a Fecomércio. No Estado, a taxa de 2,8% é pequena, mas, na análise de José Evaristo, está dentro do esperado. Fonte: Mais Goiás

Sobre o Autor

Rosenwal Ferreira

Rosenwal Ferreira é jornalista, publicitário e terapeuta transpessoal. Multimídia talentoso, ele atua na TV Record realizando comentários no quadro 'Olho no Olho', no Balanço Geral. Mantém, há mais de 18 anos, o programa 'Opinião em Debate' que agora está na PUC TV. No meio impresso, é articulista no Diário da Manhã, e no Jornal OHoje.
Radialista de carteirinha, comanda o tradicional programa jornalístico 'Opinião em Debate', que já ocupou o horário nobre em diversas emissoras, e hoje, está na nacionalmente conhecida Rede Bandeirantes 820AM, de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 08h30 da manhã. Logo após é membro da bancada mais ativista da felicidade, das 8h30 até às 10h da manhã, na Jovem Pan Goiânia 106,7FM.

Deixe seu Comentário

Clique aqui para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.