Política

PT apaga nota em apoio à reeleição do ditador Daniel Ortega, na Nicarágua

O Partido do Trabalhadores (PT), que havia publicado na segunda-feira (8/11) uma nota de apoio ao governante ditador da Nicarágua, Daniel Ortega, precisou apagar a publicação após duras críticas feitas tanto por opositores quanto por aliados. A deputada federal Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, alegou que o texto “não foi submetido à direção partidária”.

Daniel Ortega foi reeleito presidente do país no último domingo (7), com 74,99% dos votos. Este será o quinto mandato consecutivo de Ortega na Nicarágua, país que comanda desde 2007. O resultado ocorreu após Ortega ordenar a prisão de sete candidatos opositores, acusados de “traição à pátria”. Para completar, sua vice-presidente será sua esposa, Rosario Murillo.

No comunicado lançado na segunda-feira (8), o PT saudava o que chamou de “grande manifestação popular e democrática deste país irmão”.

“Os resultados preliminares, que apontam para a reeleição de Daniel Ortega e Rosario Murillo, da FSLN, confirmam o apoio da população a um projeto político que tem como principal objetivo a construção de um país socialmente justo e igualitário”, afirmava o partido.

 

O HOJE

Sobre o Autor

Rosenwal Ferreira

Rosenwal Ferreira é jornalista, publicitário e terapeuta transpessoal. Multimídia talentoso, ele atua na TV Record realizando comentários no quadro 'Olho no Olho', no Balanço Geral. Mantém, há mais de 18 anos, o programa 'Opinião em Debate' que agora está na PUC TV. No meio impresso, é articulista no Diário da Manhã, e no Jornal OHoje.
Radialista de carteirinha, comanda o tradicional programa jornalístico 'Opinião em Debate', que já ocupou o horário nobre em diversas emissoras, e hoje, está na nacionalmente conhecida Rede Bandeirantes 820AM, de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 08h30 da manhã. Logo após é membro da bancada mais ativista da felicidade, das 8h30 até às 10h da manhã, na Jovem Pan Goiânia 106,7FM.

Deixe seu Comentário

Clique aqui para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.