Artigos

Partido Comunista ataca Paulo Garcia e comprova sua vocação de covardia

     Em diferentes ocasiões, mas sempre com mesmo ímpeto agressivo, a candidata do Partido Comunista (PCdo B) Isaura Lemos, desancou o governo do petista Paulo Garcia, apontando defeitos insanáveis que o desqualificam para continuar no comando do Paço Municipal. Num misto de surpresa e decepção, o elegante médico fez questão de lembrar  à tutumumbuca dos comunas que figurões do partido fizeram parte da administração usufruindo e aprovando os trilhos do governo.

    A seu favor,  Paulo mantém registros que ninguém questiona. Por exemplo:  uma das estrelas do PCdoB, o faceiro Luiz Carlos Orro, esteve no epicentro de uma das mais ingratas crises da administração de Garcia, se arrastando em  sucessivas derrapagens nas obras do Parque Mutirama. Fiel ao parceiro que foi assado no forno de Iris Rezende, o prefeito deixou de ouvir os conselhos  do líder Djalma Araujo e, apesar de todos  desgastes, o manteve no cargo até a poeira abaixar.

     É um senso de ética e parceria que os comunistas jamais vão entender. As ações do partido normalmente envolvem apenas interesses umbilicais que se moldam a partir de vantagens e benefícios de ocasião. No momento, lhes interessa azedar a moral e corroer a qualificação do ex-aliado. É um ato de covardia em todos os ângulos. Se Paulo Garcia foi inapto e estéril na sua trajetória, devia ter sido denunciado pela agremiação com o devido afastamento dos cargos. Alardear defeitos apenas agora é oportunismo irresponsável.

     Resta saber se o atual chefe do poder executivo municipal, ao se confirmar nas pesquisas que o apontam firme ao segundo turno, vai esquecer o saco de maldades e, sem nenhuma vergonha na cara, se aliar ao grupo de Isaura Lemos em caso de necessidade. Se realizar essa libertinagem, comprova que  todos são farinha do mesmo saco.

    Cenário mais grotesco ainda é a possibilidade do PCdoB, com ou sem Isaura Lemos, morder um naco das benesses do poder, caso Paulo seja reeleito. Esse estilo cara de pau, que xinga num dia e beija a mão no outro, é que torna a política algo abominável.

     Interlocutores ligados ao prefeito afirmam que Paulo Garcia se mostrou ofendido e magoado com a tática da galera comunista. Fiel a princípios muito pessoais, ele considera que não existe mais compromisso com o PCdoB e que nunca foi do seu feitio acreditar que os fins  justificam os meios. Ou seja: se vencer o pleito, a turbamulta comunista vai ter que procurar outras tetas para mamar. Algumas vozes discordam afirmando que o grupelho é ardiloso e que sempre encontra uma forma de entrar no governo nem que seja pelo cano do esgoto. Isso só o tempo dirá. 

Rosenwal Ferreira: Jornalista e Publicitério

rosenwal@rrassessoria.com

Twitter: @rosenwalF

Fecebook/Jornalistarosenwal

Sobre o Autor

Rosenwal Ferreira

Rosenwal Ferreira é jornalista, publicitário e terapeuta transpessoal. Multimídia talentoso, ele atua na TV Record realizando comentários no quadro 'Olho no Olho', no Balanço Geral. Mantém, há mais de 18 anos, o programa 'Opinião em Debate' que agora está na PUC TV. No meio impresso, é articulista no Diário da Manhã, e no Jornal OHoje.
Radialista de carteirinha, comanda o tradicional programa jornalístico 'Opinião em Debate', que já ocupou o horário nobre em diversas emissoras, e hoje, está na nacionalmente conhecida Rede Bandeirantes 820AM, de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 08h30 da manhã. Logo após é membro da bancada mais ativista da felicidade, das 8h30 até às 10h da manhã, na Jovem Pan Goiânia 106,7FM.

Deixe seu Comentário

Clique aqui para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.