Artigos

Haja óleo de peroba para os Ministros Lewandowski e Toffoli

        Para muitos que acompanham o julgamento do mensalão, o óleo de peroba seria um excelente presente aos Ministros do STF Ricardo Lewandowski e José Antônio Dias Toffoli. Sempre na contra mão de seus pares, e apesar do clamor popular, eles defendem posições que exalam nonsense na maior cara de pau. Forjado nas fogueiras do petismo, Toffoli se deleita oferecendo generosos refrescos jurídicos aos que permitiram que ele fosse ungido na maior corte da nação brasileira. Ao que tudo indica, acha normal proferir palavrões em público e participar de um julgamento histórico que envolve ex- clientes de sua lavra. Honra companheiros que merecem sua gratidão. Parece não existir desconforto em frustrar a nação ou fazer uma nuvem de suspeitas pairar sobre o Supremo Tribunal Federal.

         O Ministro Lewandowski, que usou todas as manhas do ofício para frear o ritmo do julgamento a ponto de irritar os que defendiam a necessidade de acelerar o processo, não se acanha com a gritaria condenando suas atitudes. Foi batizado pelas redes sociais de malandroswkiimpunedowski e outros dowskisimpublicáveis. Mesmo assim, e talvez por isso mesmo, continua firme em suas posições mandando absolver uma casta envolvida no maior escândalo do governo Lula.

           Apesar desse cenário, e da repulsa que seus votos causam entre os que acreditam na culpa e desejam punição, é muito importante que os dois magistrados tenham liberdade para tocar o barco de suas convicções, para onde bem entenderem. O antagonismo deles serve como reforço ao registro da maioria. Oferece, na verdade, até um sabor extra que suas teses sejam massacradas. Ao constatar que eles, no frigir dos ovos, serão vencidos, a novela tem capítulos mais apimentados.

         Ao discordar dos fatos que clamam por justiça, por razões que vão prestar contas apenas à Deus – visto que na Terra se tornaram seres humanos que pairam supremos acima do povão – terminam por contribuir com a democracia. Até o momento, apesar de Toffoli e Lewandowski, tudo indica que, dessa vez, o cardápio não será de pizza. Que delícia…

Rosenwal Ferreira

Jornalista e Publicitário

@RosenwalF – 

rosenwal@rrassessoria.com

Sobre o Autor

Rosenwal Ferreira

Rosenwal Ferreira é jornalista, publicitário e terapeuta transpessoal. Multimídia talentoso, ele atua na TV Record realizando comentários no quadro 'Olho no Olho', no Balanço Geral. Mantém, há mais de 18 anos, o programa 'Opinião em Debate' que agora está na PUC TV. No meio impresso, é articulista no Diário da Manhã, e no Jornal OHoje.
Radialista de carteirinha, comanda o tradicional programa jornalístico 'Opinião em Debate', que já ocupou o horário nobre em diversas emissoras, e hoje, está na nacionalmente conhecida Rede Bandeirantes 820AM, de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 08h30 da manhã. Logo após é membro da bancada mais ativista da felicidade, das 8h30 até às 10h da manhã, na Jovem Pan Goiânia 106,7FM.

Deixe seu Comentário

Clique aqui para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.